150. Madeleines de canela

Desde que eu voltei da França falando desembestadamente de comida, já ouvi duas ou três pessoas dizendo que não gostavam de madeleines. Sinceramente, não tem o que não gostar nelas. Não porque elas sejam divinas, manjares, ou cheesecakes da vida, mas simplesmente porque elas são bolinhos pequenos em formatos fofos! Só isso! Qualquer um que goste minimamente de bolinhos, tem que gostar de madeleines, senão é só frescura mesmo. Eu não sou fã de bolo (bolo mesmo, daqueles de aniversário), prefiro tortas (mas eu não vou entrar nesse debate de novo, porque cansa a minha beleza e todo mundo acha que tem muitas opiniões sobre bolos e tortas), ainda assim, não tem como não gostar de madeleines. Bolinhos, galera! Do sabor que você quiser e fofinhos!

150. Madeleines
De Paris, eu trouxe um livrinho que vinha em uma caixa com duas formas de silicone de minimadeleines. Desde que eu cheguei, estava meio tensa de testar, porque fiquei impressionada com o “levure chimique”, o fermento deles que eu não sabia como substituir. Levando em conta o “chimique”, admiti que era o nosso “fermento químico” e pronto. Deve ser isso mesmo. Tem que ser isso. Resolvemos tentar. Deu certo! Apesar de ter feito tudo na ordem errada e ainda ter esquecido completamente o leite da receita (novidade…), deu tudo certo!

Algumas pessoas não curtem a forma de silicone ainda, eu confesso que não quero outra forma na minha cozinha! As madeleines pulam para fora da forma sem o menor esforço, o que seria chatíssimo nas formas comuns! Aqui no Brasil elas ainda são carinhas (eu comprei o livro mais as duas formas de 20 madeleines cada por 15 euros), mas valem a pena.

Ingredientes:
150. Madeleines

  • 150g de farinha de trigo peneirada
  • 125g de manteiga derretida
  • 150g de açúcar
  • 2 ovos
  • 2 col. (sopa) de leite
  • 1 col. (café) de fermento químico
  • essência de canela

Fizemos de canela porque já tínhamos a essência graças às tentativas de macarons, mas acho que das próximas vezes vou fazer de baunilha mesmo.

Modo de fazer:
150. Madeleines
Bater os ovos com o açucar até esbanquiçar. Adicionar farinha e fermento peneirados, e depois manteiga e leite. Colocar a essência da sua escolha. Deixar meia hora descansando na geladeira (até parece que eu me lembrei disso, né?).

Preaqueça o forno em 220ºC. Encha as forminhas. Muitas madeleines são gordinhas do outro lado, mas eu preferi passar uma espátula pela forma para que elas ficassem retinhas. Leve ao forno. Deixe uns 5 minutos e abaixe o forno para 180º. Deixe mais uns 5 minutos, ou até que elas comecem a dourar.

Na hora de servir, cobrimos com uma mistura de açúcar de confeiteiro e canela em pó. Essa receita rendeu 80 minimadeleines, que foram todas comidas em aproximadamente meia hora. E a receita é diretamente de Parrí, bêibe! Depois eu mostro uma versão salgada, que também deu certo.

Written by

3 comments / Add your comment below

  1. ADORO madelienes!! Hoje mesmo devo fazer para levar à festa junina de sábado caso eu resista e não coma tudo… hihih
    bjs

  2. Participei disso… Principalmente na hora de comer. Achei leves e de sabor suave, devem acompanhar muito bem chás. Adorei!

Leave a Reply