• massa folhada
  • chocolate
  • gema de ovo para pincelar (opcional)

Se você acabou de voltar de Paris, nenhum croissant do mundo vai satisfazer os seus desejos, então nem venha jogar todas as suas expectativas em mim. Se você acabou de voltar do trabalho, nenhum outro croissant vai te deixar mais feliz em cozinhar, já que é o mais fácil ever. E o melhor: é doce. E o trimelhor: é de chocolate. Agora, se você acabou de incluir “cozinhar mais” nas suas resoluções de ano novo, é melhor ainda, porque você vai ter a impressão de ter feito algo super duper, com massa pronta. Sim, porque não tem curiosidade no mundo que me force a fazer massa folhada from scratch para um lanche em casa. Massa folhada foi feita para comprar pronta. Ou comer em Paris. E não ser feita em casa. Simplesmente porque você já tem coisa demais para fazer!

Essa receita veio de um programa de TV. Não me lembro qual, provavelmente Nigella ou Jamie Oliver, mas definitivamente veio da TV. Mas não é nenhuma novidade. Eu mesma já havia feito uma versão de Nutella, igualmente deliciosa.

(Veja aqui a versão de Nutella!)

Como fazer?

Primeiro, abra a massa folhada e corte-a em triângulos. O tamanho dos seus triângulos, claro, vão determinar o tamanho dos seus “crescentes”.

Corte o chocolate (o que você quiser!) em pedaços menores que o triângulo (dã).

Coloque o chocolate na parte grande do triângulo e enrole da parte grande para a pequena! No fim, é só dar uma dobrada nas pontas, para o chocolate não vazar e para “as patinhas dos caranguejos” ficarem no formato certo!

Se quiser, vale pincelar com gema de ovo para dar aquela dourada (não fiz isso nos da foto, é opcional e eu optei pela preguiça).

Depois é só colocar em uma forma untada e levar ao forno médio até dourar!