• 500g de amêdoas

Uma das coisas que eu fico mais tristes de não encontrar no Brasil é maple butter. Na verdade, agora, que eu comecei uma dieta (depois da receita 238, então não me julguem por alguns posts ainda) – continuando, agora, que eu comecei uma dieta, fico até meio feliz de não encontrar, senão eu iria rolar para o trabalho todos os dias. Fato é que maple butter é a segunda melhor invenção dos canadenses envolvendo maple (a primeira está nesse post aqui, dividida em duas garrafas dos deuses) – e olha que esses canadenses inventam até mãe de maple!

Foi em um desses meus dias chorosos de “meus dois potinhos mínimos de maple butter estão acabando” que eu comecei a ver referências a outras butters! Aparentemente, assim como a gordíssima peanut butter – a manteiga de amendoim dos americanos – é possível fazer gordíssimas manteigas de todas as “nuts”. Elas são gordíssimas, sim, mas saudáveis!

Então eu fui atrás de uma receita de nut butter que fosse fácil de fazer e desse para encontrar a um preço razoável nas Casas Pedro. A minha escolha foi amêndoas! Agora babem: não existe receita de manteiga de amêndoas porque o único ingrediente é: amêndoa!

Falando assim parece fácil, mas deu um trabalhão de fazer.

234. Manteiga de amêndoas

Já para a cozinha!

Processador – A primeira coisa que você vai precisar para fazer a sua manteiga de amêndoas é um processador poderoso. Digo isso porque a amêndoa precisa ser batida por muito tempo. E por muito tempo eu quero dizer muito, mas muito tempo. Processadores fraquinhos vão queimar o motor na metade da receita. Além disso, o meu processador foi provavelmente a melhor compra do apartamento, então vale a pena investir em um legal – e alguns deles nem são caros.

234. Manteiga de amêndoas

Amêndoas – Para esses dois potinhos, eu usei 500g de amêndoas com casca. Isso é muito para colocar em um processador de tamanho normal, por isso, divida em duas porções!

Esquente! – Quer facilitar o seu processo? Despeje todas as amêndoas em uma forma e leve ao forno somente até esquentar. Eu só descobri isso na segunda leva, então guarda a dica no coração, porque é de ouro! As amêndoas viram manteiga sem nenhum outro ingrediente devido ao calor gerado durante o processamento. Os óleos da amêndoa se soltam e ela fica com uma consistência completamente diferente. Esquentar um pouquinho as amêndoas acelera esse processo e pula umas etapas!

234. Manteiga de amêndoas

Agora é só começar!

Jogue as amêndoas no processador e bata! A primeira etapa das amêndoas vai ser virar farinha de amêndoas. Depois disso, elas vão começar a grudar nas paredes. Pare o processador e use uma espátula para descer as amêndoas de volta. Isso vai se repetir algumas vezes. (Mentira, isso vai se repetir muitas e muitas vezes). De repente, magicamente, (depois de uns quinze minutos batendo e parando) ela vai virar manteiga! É lindo!

 

Upgrade

Você pode comer assim mesmo, com biscoito, como você faria com uma peanut butter. Se achar que faltou açúcar, misture um pouco e bata mais. Transfira tudo para um potinho super limpo. Mas, se você quiser fazer isso ficar ainda melhor, aproveite a segunda leva para:

- Quando as amêndoas estiverem quase virando manteiga, corre para a cozinha e derrete em uma panela umas duas colheres de sopa de manteiga com meio tablete de chocolate. Eu adicionei ainda umas duas colheres de açúcar mascavo. Bata e continue adicionando esses ingredientes até ficar do seu jeito! É sério, gente, essa versão fica sen-sa-sio-nal! Foi essa que eu levei para o trabalho e todo mundo gostou!

Guarde na geladeira e tire de lá um pouco antes de comer, já que ela fica um pouco durinha quando fria.

Eu sei que dá um trabalhão, mas acho que vale a experiência de fazer a sua própria manteiga, com os ingredientes que você conhece e tem certeza que são de qualidade. Além disso, pode adaptar ao seu paladar com mais ou menos açúcar!

234. Manteiga de amêndoas