3. Salada simples com molho balsâmico

3. Salada com molho balsâmico

Daqui a pouco eu vou fazer uma receita bem engordativa – que não deve entrar no blog hoje para não cansar vocês – então, para preparar o estômago para os doces, nada melhor que uma saladinha. Lembrando mais uma vez que grande parte das receitas desse livro do Oliver são bem fáceis. Mas como eu sei que tem gente tão ruim quanto eu (ou pior), eu não vou pular as receitas fáceis, já que mesmo nelas a gente aprende alguma coisa diferente.

A página 119 do livro é uma mão na roda. Ela coloca os principais ingredientes de uma salada e você pode montar a sua. Por exemplo: ele diz que a salada deve ter: folhas macias (alfaces e agrião), folhas crocantes (alface romana, chicória ou radicchio), ervas (hortelã, majericão, salsa ou rúcula), legumes (pepino, tomate – sim, eu, você e o Jamie sabemos que tomate não é legume, mas guarde esse comentário para você, ok? – cenoura e aipo), queijos (parmesão, muçarela ou feta) e uma cobertura (sementes, pinólis, croutons, etc). Então você escolhe um de cada categoria dessas e monta uma salada no estilo “escolha e misture”, meio Spoleto way-of-life.

Molho BalsâmicoA minha salada de hoje foi mais fraquinha, mas a intenção mesmo era provar os molhos. Na página 107 ele ensina quatro tipos de molhos que podem ser feitos e guardados em potes de geléia (sem a geléia, cara pálida) na geladeira: Molho Francês (com mostarda), Molho de Iogurte (adivinha…), Molho de Limão (de limões sicilianos) e Molho Balsâmico. Escolhi tentar a última opção e encontrei um potinho de Nescafé muito parecido com os potinhos do livro.

Ele explica que, para a maioria dos molhos, o ideal é colocar três partes de azeite para uma parte de ácido (vinagre ou limão) e deixar um pouco ácido o molho, para que quando ele se misturar com o resto, fique perfeito. Então lá vai o Molho Balsâmico: Óleo de oliva extravirgem, vinagre balsâmico, sal e pimenta moída na hora. É basicamente o molho nosso de cada dia, mas trocando o vinagre comum pelo balsâmico, o que faz toda a diferença.

CroutonsComo não tínhamos croutons em casa, o jeito foi improvisar (aliás, já deu para perceber que vai ter bastante improviso nas minhas receitas, né? Para isso eu quebrei alguns biscoitos salgados com sabor de cebola e joguei por cima da salada só os pedaços maiores.

No geral a salada ficou assim: alface crespa, tomate, croutons, manjericão e queijo ralado por cima. E, é claro, o molho balsâmico.

Enfim, o jeito é ver o que está sobrando em casa, fazer uma mistureba e colocar um molho gostoso por cima. E o queijo, mas nisso eu sou suspeita porque por mim, colocava queijo por cima de tudo.

Até a próxima!

Written by

9 comments / Add your comment below

  1. Tenho que concordar que se eu pudesse eu também colocaria queijo em cima de tudo!!!!
    Uhn…agora tem que fazer um salada mais fortinha! hahahaha!!! Pra mim: palmito e tomate seco tem que estar presente quase que na mesma proporção do queijo!!! hahaha!
    E o pessoal que está comendo a comida…está aprovando?!!?

    bjo

  2. Hum… salada é sempre um boa, mas realmente o molho pode ser o diferencial. Nos nossos passeios de salada já experimentei alguns molhos deliciosos, e outros que era melhor nem ter molho na salada, pois não combinavam. Estou vendo que vc logo mais vai ter cozinhado todo o livro do oliver em menos de 2 meses, hahahaha. Deixa um pouco pra fazer pra mim quando voltar, ok? beijos e boa salada, esta deve ter ficado ótima.

  3. E os outros pratos que eu já comi e adorei? Não vai publicar não? Vou contar para todo mundo. Eh bebé.

    Parabéns pelo desempenho na cozinha. May be você ganhe uma logo logo.
    bjs
    papai

  4. No Vienna tem um esquema desses de “monte sua prórpia salada” por 18 reais, acho, é super em conta, a salada é enorme e enche bastante a barriga. Tem ingredientes muito bons.

    Sim, você não leu errado, a Raquel almoça salada agora de vez em quando.

    Uma coisa que eu achei excelente e nunca ia imaginar que fica tão bom na salada é noz. Coloca nozes picadas.. cara,fica delicioso!! E o molho de gorgonzola que tem lá é bom demaaaaais!

    Sobre o molho balsâmico, teve um dia que eu fui temperar minha saldinha com meu azeite habitual, cuja garrafa era parecidíssima com a do Vinagre Balsâmico, e adivinha qual foi minha surpresa ao perceber que estava molhando minhas folhinhas com um líquido escuro? Detestei. Desculpa, mas essa receita eu não provo. 😀

  5. @Raquel – As saladas montadas do Emporium Pax também ficam ótimas. Também adoro nozes, castanha ou qualquer tipo de ‘nuts’ na salada. Aliás, outra coisa que eu não sabia, mas que ficou maravilhoso é morango na salada. Juro. Mesmo. E vinagre balsâmico é ótimo!!!

  6. Seu blog ficou muito bonito e bem apresentável. Acho meio chato de seguir um livro, mas acho que ser bem pra uma primeira fase da empreitada. Gosto muito de comida brasileira e italiana, e não acho que Olivier ganha de minha mãe rs…. um espaguetezinho já estou feliz! bjo

  7. Eu amo saladas! Emagreci mais de 45kg assim.. com muita salada.. quase um boi (só pastando)…
    Agora eu amo coisas agridoces.. Amo uma salada com maças e ao mesmo tempo alcaparras! E uma pimentinha entao? hmmmm
    Carolzita.. VAMOS DEPOIS CONVIDAR OS COLEGAS PARA UMA DEGUSTAÇAO! AAHAHAHA
    Beijao e feliz ano novo com receitas novas

Leave a Reply