223. A melhor sopa de cebola ever!

Se tem uma comida maravilhosa da cozinha francesa que eu demorei a aprender a comer foi a sopa de cebola. Não sei se algum de vocês tem algum tipo de preconceito com sopas de cebola, mas está na hora de perder. Encontrei uma receita sensacional no Paladar, caderno do Estado de S. Paulo, do dia 3 de julho e, por bobeira minha (mas uma daquelas bobeiras que você se agradece imensamente), eu li a receita errado. Significa que eu fiz uma parte de um jeito mais fácil e só percebi depois que já tinha comido, com gosto, a minha tigela toda! Não mudo mais. Da próxima vez, faço essa receita do mesmíssimo jeito que eu fiz da primeira vez.

A receita, o Estadão explica, é de Lyon, mas ficou conhecida em Paris. E, definitivamente, é um prato que te lembra Paris de longe! Aproveitem esse friozinho (bem mais ou menos) que a gente está tendo aqui no Brasil e caia dentro da sopa de cebola da Carol! (Porque eu já mudei tanta coisa, que o Estadão que me perdoe, essa receita agora é minha!)

Aviso logo: esta não é uma receita de acampamento. Você vai sujar boa parte da sua louça, mas vai valer totalmente a pena. E não é demorada de fazer, apesar disso! Em 45 minutos você vai passar de “sentada no sofá se decidindo se quer cozinhar” a “sentada no sofá comendo e me agradecendo”! Ah sim, a receita do Estadão era para duas pessoas. Como eu moro sozinha, fiz uma versão “solitária”, ok?

Ingredientes:

3 col. (sopa) manteiga
azeite
queijo ralado
uma cebola (ou 5 mini cebolas)
pimenta-do-reino
1 pitada de açúcar
1/2 col. (chá) de sal
1 caldo de galinha (ou legumes)
375ml de água
1/3 de xícara de vinho branco
fatias de pão
mostarda Dijon
2 folhas de louro

Como fazer:

Primeiro, derreta em uma panela o caldo de galinha em 375ml de água. Pode ser de legumes, se você preferir.

Coloque, em outra panela, a cebola cortada em fatias, uma colher de manteiga e o vinho. Deixe a cebola amolecendo. Quando secar o vinho, coloque as duas colheres de manteiga, uma colher de azeite e uma pitada de açúcar. Misture isso sem parar até caramelizar (ela vai começar a ficar dourada).

Ligue o forno. Esquente (no forno, no grill, não importa) as fatias de pão com mostarda Dijon por cima (faz toda a diferença!!!)

Adicione às cebolas o caldo de galinha, sal a gosto (coloquei meia colher de chá), pimenta-do-reino e as folhas de louro. Ferva a sopa por uns 15 minutos.

Despeje a sopa na tigela, coloque uma ou duas fatias de pão por cima e cubra isso tudo com queijo ralado! Leve ao forno até o queijo derreter.

Sério. Vai valer a pena. Juro.

Written by

2 comments / Add your comment below

  1. Em Paris virei #aloka da sopa de cebola. Sempre que a gente parava em algum restaurante, lá ia eu buscar a maldita no cardápio. Quase comprei um livro de receitas (em inglês!) pra poder fazer casa.

  2. Hmm, tava justamente pensando que precisava de novas recietas de caldos e sopas pro friozinho…essa aqui caiu do céu!

Leave a Reply